23.9.11

O que sobra depois do amor???

Um dia eu fechei meus olhos, recostei-me no travesseiro e pensei "eu não quero mais me apaixonar!". No dia seguinte, por ironia do destino, cruzamos o mesmo caminho! Você olhou, sorriu e soprou suavemente o pensamento da noite anterior! Não era possível! Eu já havia esquecido uma "quase" promessa, seu sorriso, a levou embora!!! Talvez a gente daria certo, talvez não. O que seria "dar certo"? Se dar certo for viver momentos felizes, se for entender um sorriso, se for um olhar! Deu certo, (e digo com toda certeza!). Só esqueci de pedi que fosse eterno! Ai, a reza já era outra, e talvez até com outro departamento do céu. E agora... Que já não mais nós, e sim eu (num canto da cidade) e você (em outro, bem distante). O que fazer? Com as sobras do amor? Com o que sobra do amor? E principalmente descobrir o que sobra... Além das lembranças, da saudade e do vazio! Eu não sei o que sobrou de nós. Estou recolhendo nossos pedaços espalhados pela casa vazia. Há mais pedaços meus, que seus, só assim eu me dei conta de que você não veio por inteiro.
Talvez por isso não tenha durado.
Faltava pedaços demais em você,
e precisava de um homem inteiro.

Até agora eu só achei o medo de me apaixonar de novo! (foi uma das sobras!!!)

(Juh Meireles)

Um comentário:

Caroline Maia disse...

Juliiiia, vc sabia que vc esceve demaiiis?????// não me canso de ler o seu blog. Parabens julitaaaaa! Lindoo!