14.4.13

.seu coração!

Eu gostava de me recostar no seu peito e sentir seu coração bater, quase sempre acelerado.
Era minha prova de que você estava vivo, era minha prova viva de aqui ali não havia um cubo de gelo.
Era você, você por inteiro, com todo seu desinteresse,com todos os seus medos, desejos e vontades. 

Eu conseguir sentir você, pelo pulsar do coração e pelo brilho dos seus olhos.
Eu fui perto demais da sua alma, cheguei perto demais da sua intimidade. Ali recostada no seu peito, éramos eu, você, nossos medos, nossas fraquezas, mas éramos nós, com toda a nossa verdade, éramos nós!
E hoje nesse dia tão especial, onde estamos?
Quem somos?
Ou melhor, quem é você? Quem sou eu?
Quem são essas pessoas que nos tornamos?
Onde está?
Por que nos perdemos?
Ei, voltei aqui, ainda não terminei de gostar de você!

.Júlia Meireles

*Inspirado na frase de Gabito Nunes!